jusbrasil.com.br
16 de Dezembro de 2018

O suicídio de um parlamento

Rafael Costa, Advogado
Publicado por Rafael Costa
há 2 anos

O suicdio de um parlamento

*Por Percival Puggina. Artigo publicado em 30.11.2016

Na madrugada desta quarta-feira, 30 de novembro, o parlamento brasileiro suicidou-se moralmente num acesso de fúria contra tudo e contra todos. Do alto de suas gravatas, deputados federais urravam ódio nos microfones. Eles odiavam seus colegas probos, indignavam-se, numa indignação despida de dignidade, ante bons exemplos. E aplaudiam comparsas. Condutas íntegras faziam explodir sentimentos primitivos. Nada, porém, trazia mais espuma à boca e sangue aos olhos do que a atividade de policiais, promotores e magistrados. Tais funções, um dia, poderiam apontar crimes e sinalizar o rugoso caminho da cadeia.

Que país é esse - pensava o Parlamento suicida - onde não mais se pode roubar em paz? Como obter mandato para servir ao povo em nobre atividade sem tomar dinheiro desse mesmo povo? Que mal atacou nossa gente, outrora dócil e tolerante, para levá-la às praças clamar contra meus negócios? De onde saiu essa corruptofobia? Tudo isso pensava e contra tudo isso vociferava o Parlamento enquanto o elevador da arrogância ascendia ao topo das torres gêmeas. E, dali, a queda livre até o solo.

Não se diga que o finado ainda emite sinais vitais. Com efeito, coração bate, pulmões respiram, aparelho digestivo digere. Mas está morto. Morto como um peso morto. É um traste, esse suicida moral. Nós assistimos tudo! Como não atestar, então, seu óbito? O Antagonista resume assim, no rescaldo da madrugada:

• crime de responsabilidade para juízes e procuradores, • prisão por desrespeito às prerrogativas dos advogados, • criminosos não terão de devolver a fortuna acumulada com propinas, • tempo de prescrição continuará com réu foragido, • partidos não poderão ser punidos pelo roubo.

Estas medidas, que favorecem a Frente Parlamentar da Corrupção, ou Orcrim, no relato de O Antagonista, foram aprovadas pelos partidos com estas proporções:

  • PCdoB 100% pró-ORCRIM.
  • PT: 98% pró-ORCRIM.
  • PRB: 95% pró-ORCRIM.
  • PDT: 87,5% pró-ORCRIM.
  • PR: 83% pró-ORCRIM.
  • PMDB: 82% pró-ORCRIM.
  • PP: 81% pró-ORCRIM.
  • DEM: 71% pró-ORCRIM.
  • PSD: 61% pró-ORCRIM.•
  • PSB: 57% pró-ORCRIM.
  • PSDB: 24% pró-ORCRIM.

Domingo, dia 4 de dezembro, estaremos nas avenidas e praças do Brasil como testemunhas do que aconteceu e protagonistas dos princípios e valores que em algum momento, ali adiante, haverão de prevalecer. Há que cumprir o dever moral da persistência! Covardes e inúteis seremos se jogarmos a tolha ante cadáveres morais.

*Percival Puggina (71), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. Integrante do grupo Pensar+.

66 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Prezado Rafael

Congresso Nacional, vergonha nacional.

Enquanto o mundo se solidariza com a tristeza dos brasileiros no quesito esportivo, paixão nacional o futebol, "esses",´insensíveis, frios, calculistas, na calada da noite, apunhalavam os seus eleitores.

Espero que esta data, marcante e triste da Chape, seja a bandeira para a resposta nas urnas em 2018.

Lembremos pois, daqueles que foram a favor do povo brasileiro e votaram contra a essa vergonha. continuar lendo

Operação Aproveita Jato... continuar lendo

Para que se manter enganado ? Que resposta teremos em alguma urna ? Estamos jogando os problemas entre esquerda e direita, sobre este ou aquele partido. Para qualquer um com um mínimo de inteligencia e percepção sobre o mundo que o rodeia, vai entender que não existe luz no fim deste túnel escuro. Pelo menos não do jeito que as coisas andam. continuar lendo

Caro Fabricio,

Até porque não existe partido de direita no Brasil. Mas a questão não é bem essa. Temos que causar dor neles, e só se causa dor nessa gente se eles perdem poder.

Os próximos que intentarem tomar os seus lugares podem decidir se terão uma conduta mais ilibada ou se vão ser bombardeados também. continuar lendo

Véio, na boa, se o Moro (tem que ser ele) não chamar o povo pra ir pra rua agora, quem vai acabar na cadeia é ele... continuar lendo

O Moro deveria, antes de mais nada, dar as aulas que são pagas ele na UFPR. continuar lendo

Vai começar uma campanha fortíssima nas ruas e nas redes sociais para não se votar em nenhum candidato desses partidos. É melhor os partidos começarem a se enxugar, pois, se chegarmos até as eleições de 2018, sua performance tende a ser desastrosa. continuar lendo

Sr. Alcides, por um acaso você está se referindo aquele boato falso de que Moro falta as aulas? Porque ele já foi desmentido pela própria UFPR...

http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/caixa-zero/boato-de-que-sergio-moro-falta-as-aulas-na-ufprefalso/

Abraços! continuar lendo

Prezado Sr. Igor R.

De acordo com a LDB a carga horária mínina são de 8 h/semanais.
O professor Moro lecionou no 1 semestre de 2016 , de cordo com a UFPR
no site

http://www.direito.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2016/03/Grade-Hor%C3%A1ria-2016-NOTURNO.pdf,

apenas 3 h/semanais. Então em desacordo com a LDB.
Além disso, "dar aulas" não é somente ir a sala de aula, é muito mais do que
isto. Pensamentos como estes, é que estão minando a educação no Brasil.

Um abraço continuar lendo

Sinto uma vergonha desse Brasil em que vivemos a cara de paú o sinismo desses políticos ladrões e sem nem uma vergonha ba cara pensam que podem tudo e nós que somos roubados naõ podemos nada tem horas que fico tão revoltada que dá nojo ver essas pessoas nós tratar como palhaços se tiver alqum jeito de nos acabarmos com isso nos temos que fazer porque assim do jeito que esta naõ pode ficar.Temos que ir a luta contra essa desorganização que se encontra em nosso pais;No momento so orações erguer as maõs pro céus e pedir a Deus clemencia acho que so Deus pra nos ajudar naõ aguentamos mais isso;parece um pesadelo essa gente que so quer roubar e mais nada pensam que saõ donos do Brasil e do povo Brasileiros Gente naõ podemos mais ficar assim Vamos a luta porque com Deus nos venceremos. continuar lendo

Você sente vergonha, Fátima, mas boa parte de nossos políticos não sabem o que é isso. Veja, por exemplo, as declarações do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Disse ele que o projeto das medidas contra a corrupção foi votado com toda transparência. Devia ter vergonha de dar tal declaração. Como pode ser transparente uma votação urgente se aproveitando de um desvio da atenção da mídia para a tragédia aérea que vitimou um time inteiro de futebol de Santa Catarina?

Renan Calhorda, por sua vez, disse que era sua obrigação, enquanto presidente do Senado, colocar em votação o pedido de urgência o monstrengo que a Câmara se apressou em enviar à Casa. Felizmente 44 senadores tiveram o bom senso de derrotar a pretensão de Renan de salvar a própria pele e a de seus corruptos de estimação.

Por isso, Fátima, o povo faz coro com o matemático e pensador alemão Georg Lichtenberg. Ele disse certa feita - “quando os que mandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito”. continuar lendo

Uma medida amarga, mas ajuda á curar seria uma intervenção militar urgente.Penso que enquanto á Constituição que garante o direito tanto da sociedade que paga altos impostos ao governo, quanto aos políticos bem remunerados e roubando á nação.Notaram que desde 1988 até hoje apenas 08 parlamentares foram presos e cumprem penas? e que temos quase, 320 parlamentares com diversas acusações desde improbidade administrativa, peculato, desvios de verbas, corrupção passiva entre outras modalidades? Não suportamos mais os desmandos e a roubalheira contínua destas quadrilhas. continuar lendo

Ricardo Fausto, o Rodrigo Maia é filho do Ex Governador do Rio de Janeiro e casado com á enteada de Moreira Franco,Entende que á quadrilha organizada está instalada no brasil? Não adianta votar certo e nem errado, eles se articulam e costuram alianças com outros membros do crime organizado.Somente uma intervenção militar, sendo presidido por um General Estadista, acompanhado um grupo da magistrados competentes, outro grupo formado em Economia, Estatizar o Banco Central e Tesouro Nacional e destituir todo o congresso colocando na cadeia aqueles que se beneficiaram do dinheiro público.Corrupto na cadeia direto. continuar lendo

Meu caro José Neto, o difícil é encontrar esse general estadista. Eu vivi os tempos da ditadura militar e guardo comigo algumas recordações dignas de serem esquecidas. Penso que não existem salvadores da pátria. Nós, enquanto sociedade, é que temos a tarefa de salvá-la. Por isso que atenderei de bom grado a sua convocação de ir pra rua no próximo domingo. Não podemos baixar a guarda. continuar lendo

A
Câmara Federal é composta por 500 "canalhas", travestidos de "representantes do povo".
Ou aprendemos votar certo, ou teremos de aturar políticos tipo Rodrigo Maia, Marun, Maluf, e outros párias da nossa política, e estou falando apenas da Câmara. continuar lendo